terça-feira, junho 05, 2007






Daqui desse deserto,


onde a terra seca não deixa nascer flores


onde a brisa é quente e não refresca


onde o calor resseca minha pele e deixa rugas




Daqui desse deserto,


de onde minha alma clama sua presença


formam-se dunas de areia fina


que cobrem esperança, escondem carcaças




Daqui desse deserto,


seco e árido como seu coração


Cactos se desmancham


procuro uma solução




Daqui desse deserto ,


tento fazer brotar flores


miragem,


colorir o marrom




Daqui, onde anseio a chuva


gotas molhadas de vida


caiam em seu coração


abram seus olhos......










2 comentários:

Allan disse...

adorei o poema!
mt bonito... mt msm...

gostei tb da cor de fundo, o preto da um ar mais sério... um contraste mais bonito tb...

bjss

Ms.Kattie disse...

ameeeeeeeeeeeei a cara nova da casinha!


amei mesmoooooooooooo!


olha, acho mto legal qdo vc está assim...disposta mentalmente pra nos maravilhar com seus pensamentos!


Um bjo amiga


Saudades espetaculares!